Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Estas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao clicar no botão "aceitar" ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies.

área restrita
12/01/2022
0 Comentários

Sofisticação no banheiro: você conhece as duchas de teto?

Saiba quais são as diferenças deste modelo para o chuveiro de parede


Ducha Articulada de Teto 3100 C640 Linha Eros 640 – Fani 

Misturador monocomando 6877 C640 Linha Eros 640 – Fani

Quem procura sofisticação no banheiro está sempre em busca de novidades, mas será que você conhece as duchas de teto? Dentre os diversos modelos de chuveiro e ducha, este é provavelmente o menos conhecido, mas, para muitos, pode ser o que agrega mais benefícios! 

Além de um banho mais relaxante que os modelos convencionais, a versão de teto deixará a decoração de um banheiro muito mais imponente, sendo um metal cada vez mais sugerido por profissionais de arquitetura e design de interiores.  

No artigo de hoje do Blog da Fani, vamos apresentar a ducha de teto e o que você precisa saber antes de comprar uma para o seu banheiro! 

Chuveiro x Ducha 

Ducha Articulada de Teto 3100 RV640 Linha Eros 640 – Fani 

Porta-toalha de parede 4400 RV120 – Fani 

Porta-shampoo de parede 4700 RV120 – Fani 

Acabamento para base monocomando 520 RV640 Linha Eros 640 – Fani 

Válvula Click 1609 RV – Fani 

Antes de falarmos especificamente sobre as opções de teto, é importante que você tenha em mente que existem diversas diferenças entre duchas e chuveiros quando falamos em metais de banheiro, portanto, conhecer esses detalhes vai evitar uma compra equivocada. 

Para que um chuveiro funcione, ele necessariamente vai precisar de um ponto de água e também um de energia, pois é a sua resistência elétrica que vai aquecer a água que chega na temperatura ambiente do reservatório. 

Justamente por conta da sua parte elétrica, o chuveiro demanda uma atenção maior com o cabeamento (que precisa ser bem dimensionado, disjuntor próprio etc.) e tem algumas limitações de design, sendo fabricado na maior parte das vezes de termoplástico. Por realizar o aquecimento da água no próprio aparelho, a água costuma ficar quente mais rapidamente nos chuveiros. 

A ducha, por outro lado, vai exigir apenas a ligação com a saída de água, mas requer que a casa ou apartamento conte com um sistema de aquecimento (solar, elétrico ou a gás) para disponibilizar água quente.  

Por não ter dispositivos elétricos em sua estrutura básica, o design das duchas costuma ser mais clean e variado em opções de cores/acabamentos/formatos de bojo – o que amplia as possibilidades de combinação com outros metais, como torneiras, misturadores, monocomandos e acessórios. A maioria das duchas são fabricadas a partir de substratos metálicos, plásticos de engenharia e elastômeros. Por necessitar de um aquecimento prévio, demora um pouco mais para a água ficar quente. 

Parede x Teto

Agora que você já sabe ou relembrou a diferença entre duchas e chuveiros, fica mais fácil de explicar a seguir o que você deve levar em conta para decidir entre uma ducha de parede e uma de teto. 

A aplicação de duchas na parede é a mais comum porque acaba ‘imitando’ a dos chuveiros, já que neste tipo de produto só existem modelos de parede, e os banheiros, historicamente, acabam sendo projetados para as peças de parede. 

As duchas de teto, no entanto, vêm ganhando espaço justamente nos projetos que desejam inovar o conceito do banheiro, posicionando o jato de água de uma forma mais centralizada em relação à área de banho, inclusive se ela for uma banheira. 

Ao centralizar a ducha, você ganha mais liberdade de movimentos nas quatro direções, sejam elas fechadas em vidro temperado pelo box ou pelas paredes do banheiro. Um modelo que é perfeitamente compatível com o que se espera de um banho na atualidade, além de deixar o ambiente muito mais bonito e sofisticado. 

Se você está inclinada(o) pela opção de teto, o ideal é contemplá-la desde a fase de projeto, prevendo toda a infraestrutura hidráulica para ligação no teto, além do sistema de aquecimento (que já seria necessário mesmo se fosse uma ducha de parede). Claro que é possível acrescentar tudo isso numa reforma, mas vai ser bem mais caro e trabalhoso. 

Uma dica de ouro para não errar é calcular a altura média das pessoas que vão se banhar naquela ducha. Essa medida que vai lhe ajudar a escolher a altura de braço mais indicada – na Fani, você encontra de duchas de teto com 10, 20 e 30 cm de comprimento. 

Outra decisão que você precisará tomar é o formato do bojo – quadrado ou redondo. Os redondos são mais convencionais porque proporcionam um jato mais concentrado e é ideal para banheiros menores. Já os quadrados ampliam a área de banho, distribuindo melhor o jato – logo, são perfeitos para grandes banheiros. 

Quais são as vantagens de uma ducha de teto? 

Dentre as principais vantagens de uma ducha de teto, podemos listar: 

  • Não necessita de eletricidade nem possui componentes elétricos 
  • Design mais leve e diversificado em opções de tamanho, cores e formatos 
  • Mais liberdade de movimentos por conta do posicionamento centralizado no box 
  • Necessita de uma infraestrutura específica para instalação no teto 
  • Necessita de um sistema de aquecimento (assim como a ducha de parede) 
  • Maior investimento com infraestrutura

Você já conhecia as duchas de teto? O que achou dos prós e os contras deste modelo? Colocando tudo na ponta do lápis, acreditamos que a relação custo x benefício vai lhe levar a essa opção – um banho muito mais livre em uma peça muito mais bonita e colorida! 

Conheça TODAS as opções de duchas de teto da Fani clicando aqui. Queremos saber o que você achou delas nos comentários: 







0 Comentários

            
Comentar
     
       

Praticidade no Lavabo: como repaginar seu ambiente de visitas?
Leia Mais
Ano novo, casa nova! Como transformar o lar com praticidade
Leia Mais
5 Tendências de Decoração que Devem se Destacar em 2022
Leia Mais

Enviando

CONVERSAR COM O SAC
Olá, gostaria de conversar agora com o SAC Fani.